Star Entertainment multada em AU$100 milhões – Suspensa a licença do Casino NSW

A lavagem de dinheiro teve lugar no seu casino de Sydney O operador de jogo australiano Star Entertainment Group foi multado em AU$100 milhões (64 milhões de euros) por...

A lavagem de dinheiro teve lugar no seu casino de Sydney

O operador de jogo australiano Star Entertainment Group foi multado em AU$100 milhões (64 milhões de euros) por infrações de licença que incluíam permitir a lavagem de dinheiro no seu casino em Sydney.

Num comunicado emitido através do website do governo NSW, os reguladores também confirmaram que a licença de jogo da empresa foi suspensa.

A multa de AU$100 milhões é o máximo permitido ao abrigo de novos regulamentos implementados na sequência de um inquérito condenatório sobre as atividades comerciais da empresa. Acredita-se que a NSW Independent Casino Commission não retirou a licença da Star para operar numa tentativa de proteger milhares de empregos.

Apesar da suspensão, o casino continuará a funcionar sob um gestor independente que será nomeado pela comissão.

O Comissário responsável do NICC, Philip Crawford, referiu-se à penalização e suspensão:

“A suspensão entra em vigor sexta-feira, 21 de outubro, às 9h00, quando o supervisor assumir as suas funções. O NICC decidiu que já não é do interesse público que o The Star continue a controlar essa licença, e que o The Star não é atualmente adequado para ser o titular da licença.

A atual direção e o executivo do The Star compreendem a gravidade das conclusões apresentadas pela Bell. Pediram publicamente desculpas e reconheceram a grave infração ocorrida, e estão dispostos a cooperar com a entidade reguladora.

As comunicações públicas do The Star aos acionistas e a sua submissão ao programa NICC têm demonstrado uma verdadeira contrição e um desejo de trabalhar aberta e transparentemente com o NICC para tentar preservar a licença e proteger os muitos empregos que dependem da sua operacionalidade.

Se não fosse a mudança de atitude do The Star e a nossa convicção de que é do interesse público proteger os milhares de empregos em risco, o resultado poderia ter sido diferente”.

“A nomeação de um supervisor não significa que o NICC acredite que o The Star seja idóneo para ser titular de uma licença de casino.

Nesta altura, o NICC acredita que existe a possibilidade de o The Star poder empreender as reformas necessárias para dar confiança ao NICC, podendo iniciar um processo de reabilitação com vista a tornar-se idóneo”.

No início deste ano, o relatório da comissão concluiu que a Star Entertainment não era adequada para continuar como operador de jogo na Nova Gales do Sul (New South Wales). A empresa está também sob investigação em Queensland, na sequência de alegações de que permitiu que até AU$55 milhões (38,09 milhões de euros) em fundos de jogo de grandes apostadores chineses fossem camuflados como encargos de sala e entretenimento.

Fonte: Gambling Industry News

REDE DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 
Categories
ConformidadeInternacionalMultas da IndústriaNOTÍCIASREGULAÇÃO

RG NEWS Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY