Jogo online: Regulador remove “mais de uma centena” de vídeos a promover casinos ilegais

A informação foi enviada à Renascença em resposta a questões sobre o caso do youtuber Numeiro, que esta semana anunciou que iria encerrar o seu serviço de consultoria de...

A informação foi enviada à Renascença em resposta a questões sobre o caso do youtuber Numeiro, que esta semana anunciou que iria encerrar o seu serviço de consultoria de apostas de desportivas.

O Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ) já removeu, em colaboração com plataformas como o Youtube, “mais de uma centena de vídeos que efetuavam apelo ao jogo em sites de jogo ilegal”.

A informação foi enviada à Renascença em resposta a questões sobre o caso do youtuber Numeiro, que esta semana anunciou que iria encerrar o seu serviço de consultoria de apostas de desportivas, depois de ser acusado de fraude por vários clientes.

O regulador da área do jogo online em Portugal não respondeu a várias das questões da Renascença sobre o caso em particular da empresa de consultoria de apostas desportivas que era dirigida pelo youtuber.

Não respondeu, também, se o encerramento da 1XBET, casino online que era frequentemente promovido por influencers digitais, incluindo o youtuber Numeiro, foi uma consequência da ação do SRIJ.

O regulador diz, apenas, que “atua constantemente no controlo dos operadores ilegais de jogos e apostas online, notificando os mesmos para que cessem a sua atividade em Portugal, sendo que, quando estes não o fazem voluntariamente, promove o bloqueio dos respetivos sites junto dos ISP´s”.

Desde a entrada em vigor do Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online (RJO), foram enviadas 665 notificações a operadores ilegais de jogo online para encerrarem a sua atividade em Portugal e foram bloqueados 626 sites de operadores ilegais.

Depois de a Renascença ter denunciado as práticas ilegais de dezenas de youtubers portugueses, o Youtube removeu grande parte dos vídeos e ameaçou bloquear os canais a quem continuasse a fazer este tipo de promoções. No entanto, nos meses seguintes a promoção destes sites voltou a acontecer – não só no Youtube, mas também noutras plataformas de “streaming” menos reguladas, como a Twitch.

WindohTiagovski e Ferp são alguns dos youtubers que continuaram a promover este tipo de sites, ainda que por vezes noutras plataformas.

Sobre este tipo publicidade, o SRIJ adianta que, “no estrito quadro das competências que lhe estão legalmente atribuídas, desenvolve ações de monotorização sobre aqueles, considerando os riscos acrescidos de terem como destinatários e maior exposição, menores de idade e pessoas vulneráveis e, paralelamente, desenvolve ações de sensibilização junto das plataformas que disponibilizam tais conteúdos, no sentido de que aquela publicidade seja retirada”.

REDE DE RESPONSABILIDADE SOCIAL                                                                                                                                                        
Categories
NOTÍCIASPortugal

RG NEWS Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY