Software de reconhecimento facial para restringir a admissão de viciados em jogos de fortuna ou azar.

Uma tentativa de combater o vício em jogos de fortuna ou azar

O governo japonês fez um anúncio importante em relação ao combate do vício do jogo. De acordo com as declarações nele contidas, o Japão quer que os locais de jogo usem software de reconhecimento facial para restringir a admissão de viciados em jogos de fortuna ou azar.

Os sistemas de reconhecimento facial podem ajudar a identificar eficientemente os viciados em jogos de fortuna ou azar, depois de serem solicitadas as restrições à entrada em pistas de corrida e salões de pachinko pelos próprios ou por membros da família.

Neste momento, o governo planeia pedir que os locais de jogo de pachinko e de corridas, comecem a usar o sistema. Esta medida também faz parte do plano de abertura de casinos, aprovado em julho de 2018 . Assim, antes que os três casinos previstos possam abrir, o Japão deve iniciar antecipadamente o combate ao vício do jogo.

Além destas medidas, o plano também inclui a remoção de caixas automáticos de locais de jogo.

O vício em jogos de fortuna ou azar é um problema mundial que o Japão pretende limitar o máximo possível. O plano preliminar inclui a criação de um sistema que permitirá aos adictos definir limites máximos de apostas.

O ministério efetuará pesquisas para obter mais informações sobre o vício do jogo, a relação entre vício do jogo e dívidas, pobreza, abuso, taxa de suicídio e crime. Além disso, a Agência Nacional de Políticas trabalhará com mais intensidade no combate ao jogo ilegal.

Concluídos os trabalhos referidos, o governo japonês prosseguirá com a aprovação de três resorts de casino que ficarão em três locais estratégicos diferentes. Os japoneses só poderão visitar os casinos três vezes por semana ou dez vezes por mês.

Observatório do Jogo – Portugal

   

Categories
GAMBLING NEWS (PT)Portugal Gambling News (PT)World Gambling News (PT)

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY