Que entre o dragão. Empresa local quer criptomoeda nas mesas de jogo

A moeda agora anunciada seria colocado ao dispôr dos junkets, que posteriormente o emprestariam aos grandes apostadores que necessitem de liquidez.

O Dragon Corp. quer angariar 500 milhões de dólares com a oferta inicial de uma nova criptomoeda. A nova denominação digital nasce com os casinos do território em mente e propõe-se facilitar a angariação de capital por parte das empresas de promoção de jogo. As surpresas não se ficam, no entanto, por aí.

Uma empresa registada no território, mas virtualmente desconhecida no universo da indústria do jogo, propõe-se angariar 500 milhões de dólares norte-americanos através de uma oferta inicial de moeda, o mecanismo não regulamentado pelo qual um novo projecto de criptomoeda se propõe arrecadar fundos através da venda de moedas “recém-cunhadas”.

Com a iniciativa, a Dragon Corp propõe-se criar uma plataforma de contacto entre o lucrativo negócio das moedas virtuais e as empresas de promoção de jogo que ainda marcam presença no território.

O capital emitido no âmbito da oferta inicial de moeda agora anunciada seria colocado ao dispôr dos junkets, que posteriormente o emprestariam aos grandes apostadores que necessitem de liquidez.

“Esta é a primeira vez que alguém torna possível que o público invista directamente numa empresa de promoção de jogo ou se torne accionista de um casino”, explicou à norte-americana CNBC o director executivo da Wi Holding, a empresa tailandesa responsável pela encriptação da novoa moeda.”Basicamente, através desta oferta inicial de moeda quem investe está a tornar-se accionista de um junket através do recurso a tecnologia blackchain. As receitas tem por base o dinheiro ganho com os empréstimos feitos, com os ganhos a concentrarem-se na própria moeda”, complementou Chakrit Ahmad.

O director executivo da Wi Holding adianta que o montante angariado com a oferta inicial de moeda e a vende de moeda digital se destina a financiar a construção do Dragon Pearl Casino Hotel, um ambicioso casino flutuante com 16 mil metros quadrados que se encontra alegadamente em construção na Noruega. A embarcação deve navegar para o território em 2019, adianta Chakrit Ahmad.

O grupo planeia ainda desenvolver um cartão de débito ou carteira digital que permita o acesso ao dinheiro em termos imediatos por parte dos apostadores que queiram fazer uso da nova criptomoeda: “Basicamente, propomo-nos providenciar liquidez através de uma plataforma própria que permita aceder às principais bolsas mundiais de moeda digital. Queremos que a nossa moeda esteja afiliada a várias destas bolsas”, explicou Ahmad. “Pode encontrar uma bolsa de criptomoeda em Hong Kong, na Tailândia ou em qualquer outro lado e nesses locais pode trocar a moeda digital por moeda real quando bem entender”, garantiu o responsável.

Ainda que a nova moeda digital – que se deverá chamar “futuro coin” – só deva ser lançada no final de Outubro, Chakrit Ahmad assegura que o grupo Dragon Corp. já angariou qualquer coisa como 265 milhões de dólares junto de vários milhares de investidores.

Até ao momento o uso de criptomoedas no âmbito do universo do jogo resume-se à utilização de moeda virtual para proceder a apostas online. O grupo Dragon Corp. e a Wi Holding querem fazer com que as novas moedas tomem de assalto as salas de jogo por intermédio dos junkets.

As ofertas iniciais de moeda têm sido vistas como o método preferencial de angariação de financiamento em negócios que têm por base a tecnologia blockchain. O receito de que as criptomoedas estejam a ser utilizadas em esquemas fraudulentos ou em investimento especulativo levou o Banco Popular da China a banir recentemente a prática de criar e vender novas moedas digitais. O Governo Central ordenou ainda o encerramento das principais bolsas de criptomoeda do país.

De acordo com a agência Reuters, as ofertas iniciais de moeda conduzidas na República Popular da China terão sido responsáveis pela angariação de fundos no valor de 2,62 mil milhões de renminbi.

Chakrit Ahmad diz que o apertar do cerco às moedas virtuais na China não coloca em risco a iniciativa da Dragon Corp, uma vez que a oferta inicial de moeda vai ser lançada em Hong Kong sob a supervisão da Hong Kong’s Securities and Futures Commission.

Fonte: Ponto Final

REDE DE RESPONSABILIDADE SOCIAL                                                                                                                                                        
Rede de Responsabilidade Social (RRS)
Jogo Online Autorizado em Portugal
betclic-pt-logo  Solverde - Logo
bet.pt
estoril-sol-casinos
pokerstars
casinoportugal logo...
Categories
GAMBLING NEWS (PT)Macau Gambling News (PT)

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY