PJ detém seis pessoas com ligações à indústria do futebol

Está em curso uma nova operação da Polícia Judiciária sobre casos de corrupção no desporto. Neste processo, oito pessoas foram constituídas arguidas e outras seis foram detidas. São suspeitas de crimes de corrupção ativa e passiva.
PJ detém seis pessoas com ligações à indústria do futebol

Está em curso uma nova operação da Polícia Judiciária sobre casos de corrupção no desporto. Neste processo, oito pessoas foram constituídas arguidas e outras seis foram detidas. São suspeitas de crimes de corrupção ativa e passiva.

A investigação da Polícia Judiciária decorreu na sequência da Operação Jogo Duplo, que decorre há cerca de um ano, e na qual foram realizadas 31 buscas e efetuadas 15 detenções. Segundo o comunicado da PJ, a operação conta com oito arguidos e seis pessoas detidas, visando identificar casos de corrupção no desporto.

A RTP sabe que cinco dos elementos detidos são futebolistas da segunda liga, a maioria do Oriental, tendo também sido preso um elemento dos Super Dragões, claque do FC Porto.

Os detidos serão agora presentes ao Ministério Público para primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, em data ainda desconhecida.

Segundo revela o comunicado, a operação da Polícia Judiciária foi realizada através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) e no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público. É investigada a “presumível prática dos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva”, no âmbito da «lei da corrupção desportiva».

A UNCC contou com a colaboração das Diretorias do Norte, Centro e de Lisboa e Vale do Tejo no decorrer desta investigação, tendo sido realizadas 16 buscas domiciliárias em diversas localidades do país, designadamente me Lisboa, Vila Franca de Xira, Ovar, Gaia, Porto, Fátima, Sesimbra, Loures, Santa Maria da Feira, Sanfins e Ermesinde.

A investigação contou ainda com a colaboração da EUROPOL e de entidades estrangeiras de monitorização de jogos. A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) também cooperou nos trabalhos da Polícia Judiciária.

A Operação Jogo Duplo investiga o “match fixing” de competições oficiais de futebol, ou seja, os resultados combinados e apostas ilegais na II Liga. A investigação levou à detenção de 15 pessoas, entre elas oito jogadores e dois dirigentes, além de quatro empresários e um elemento de uma claque.

A PJ acredita que os suspeitos feito circular milhões de euros, em notas, por jogadores da II Liga. Alguns deles, alegadamente, ofereceram “luvas” a determinados atletas para, através de falhanços, prejudicarem as suas equipas e assim poderem fabricar resultados.

O suposto esquema permitiria aos apostadores asiáticos de saberem antecipadamente em que jogos teriam lucros garantidos e apostas certas.

Fonte: RTP

REDE DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
visite-jogo-responsavel-2  visite-jogo-responsavel-4  visite-jogo-responsavel-3  visite-1SEGURANÇA DO JOGADOR                                              SEGURANÇA DO JOGO                                                     MONITORIZAÇÃO DO JOGO                                              INFORMAÇÃO DO JOGO
WEBSITES DE JOGO ONLINE COM LICENÇAS EM PORTUGAL 
bet.pt  betclic-pt-logo  estoril-sol-casinos  pokerstars
Categories
GAMBLING NEWS (PT)Portugal Gambling News (PT)

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY