Os representantes do setor hoteleiro do Brasil querem que os casinos sejam desenvolvidos dentro dos resorts existentes

Os operadores internacionais continuam expectantes no Brasil.

As autoridades brasileiras continuam a trabalhar na possibilidade de instalar casinos no país, já que ainda não foi aprovada a legislação.

Os representantes do setor hoteleiro estão apreensivos com a proposta de lei que prevê a construção de até 32 resorts integrados no país. Querem que os casinos sejam desenvolvidos dentro dos resorts existentes e não em novos empreendimentos.

A  Associação Brasileira de Hotéis, Associação Brasileira de Resorts (ABR), a Federação Brasileira de Alojamento e Alimentos e o Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil prefeririam que os casinos fossem construídos em hotéis já existentes. No seu entendimento, os atuais resorts poderão absorver esses empreendimentos sem exigir grandes investimentos para garantir boa gastronomia e estruturas de qualidade.

No final de 2018, as apostas desportivas foram aprovadas pelo presidente Michel Temer e, no mês passado, o legislador, Paulo Azi, apresentou um projeto de lei que abriria caminho para a construção de 32 novos casinos. O projeto precisa da aprovação de pelo menos 81 senadores e apoio presidencial.

Na proposta, o número de casinos permitidos em cada estado será baseado na população. Os estados com uma população de até 15 milhões poderão ter um casino no seu território. Serão permitidos dois casinos em estados com uma população entre 15 e 25 milhões, enquanto que aqueles com uma população maior podem construir um máximo de três.

Os operadores internacionais continuam expectantes no Brasil. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro contínua relutante no que respeita a jogos de fortuna ou azar e a sua legalização, por isso seu futuro não é claro.

Observatório do Jogo – Portugal

   

Categories
GAMBLING NEWS (PT)Portugal Gambling News (PT)World Gambling News (PT)

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY