Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM)

“Vários casinos continuam a ser operados pela STDM, tornando-se a espinha dorsal da indústria de turismo e entretenimento de Macau”

 

Ao abrigo da regulamentação portuguesa, o jogo foi legalizado em Macau em 1847. Esta pequena ex-província ultramarina asiática de Portugal tornou-se conhecida mundialmente como “Monte Carlo do Oriente”. A primeira concessão de monopólio de casinos foi feita à empresa Tai Xing em 1937, tida por demasiado conservadora para explorar todo o potencial da indústria. Durante a concessão a esta empresa a oferta limitou-se a jogos chineses. Em 1962, o governo concedeu à Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM) os direitos de monopólio a todas as formas de jogos de azar. A concessão de jogo exclusiva da STDM foi prorrogada em 1986 por mais 15 anos.

“O governo concedeu à Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM) os direitos de monopólio a todas as formas de jogos de azar”.

Hoje, vários casinos continuam a ser operados pela STDM, tornando-se a espinha dorsal da indústria de turismo e entretenimento de Macau. O número de visitantes anuais aumentou de meio milhão em 1961 para 2 milhões em 1973, em seguida para 4 milhões em 1983 e mais de 8 milhões em 1996, recuando para 7,4 milhões em 1999.

Além de jogar um papel fundamental no desenvolvimento, prosperidade e crescimento de Macau, a STDM é o maior contribuinte nos impostos da região suportando ainda a maior parte dos projetos de infraestruturas macaenses. A STDM, também é o maior empregador comercial, empregando mais de 5% da força de trabalho de Macau. Através da enorme receita proveniente do jogo Macau tem sido capaz de manter o estatuto de porto livre, continuar a investir em infraestruturas e adotar uma política de baixa tributação.

A centralização da propriedade dos casinos parece ser uma boa forma de dirigir o negócio do jogo num pequeno território como o de Macau, tornando-se mais fácil gerir e manter a ordem no interior dos casinos. No entanto, ao longo do tempo o excesso centralização e monopolização configurou um contexto de escassos incentivos para a STDM modernizar os seus serviços, reduzir custos e procurar otimizar a eficiência nas operações. O processo administrativo resultou em desperdício de tempo e recursos. Combinado com o aumento da concorrência de casinos em latitudes próximas, como a Tailândia, Myanmar ou Coreia, bem como casinos flutuantes em mares adjacentes, os consumidores são atraídos para esses novos locais, frequentemente com melhores instalações e serviços.

No início, a STDM observou as regras do sistema instituído e funcionou como única operadora sob concessão exclusiva. Porém, a fim de reduzir custos administrativos e de marketing sem deixar de atrair mais clientes, a STDM decidiu alterar o seu modelo de negócios na década de 1980 deixando de operar as salas de jogos dentro dos seus casinos (1984). Com essa redefinição no funcionamento das salas de jogos, o sistema de “fichas mortas” e o negócio “bate-ficha” estabeleceu-se em salas de jogos “individuais ou subcontratadas”.

O sistema de “fichas mortas” da STDM

A STDM importou a ideia de “fichas mortas” da Europa na década de 1970, porém o primeiro sistema de “fichas mortas” organizado surgiu nos seus casinos de Macau apenas em 1980, quando as salas de jogos informais começaram. As “fichas mortas” (sei-ma), também chamadas de fichas não negociáveis ou fichas “de barro” (lai-ma), são fichas que não podem ser trocados por dinheiro e apenas podem ser utilizadas em salas de jogos específicas para fins de jogo singular.

A função evidente das “fichas mortas” é atrair clientes e mantê-los envolvidos no no jogo. As fichas de uso corrente (pagáveis) podem ser usadas para apostas em todas as salas de jogo e são convertíveis em dinheiro a qualquer momento que os clientes decidirem. Existem fichas de correntes que variam entre o montante de 10 a 200.000 MOP (Patacas de Macau) e HKD (Dólares de Hong Kong). No entanto, não há “fichas mortas” para MOP e o menor valor das “fichas mortas” é 1.000 HKD, aumentando para 5.000 HKD, 10.000 HKD, 50.000 HKD, 100.000 HKD e 500.000 HKD.

Todas as fichas correntes de valor inferior a 10.000 HKD são de forma circular com o logótipo “STDM” e o valor impresso, o tamanho aumenta com o valor, enquanto as “fichas mortas” são geralmente de forma retangular. Além do logótipo da STDM, a palavra “Junket” e às vezes o nome da sala de jogos são impressas sobre as “fichas mortas”, de modo a distingui-las das fichas correntes. As “fichas mortas” para uso nas diferentes salas de jogos variam em tamanho e cor, por vezes, até mesmo em forma e apenas podem ser usadas em salas de jogos específicas.

 

A RicardinaA RICARDINA
Outubro 2017

 

 

Categories
A RicardinaNewsletters

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY