Lucro da Estoril Sol cresce 3% até setembro para 16,1 ME

O lucro da Estoril-Sol cresceu 3% até setembro para 16,1 milhões de euros, impulsionado pelo crescimento das receitas de jogo, segundo comunicado enviado hoje pela empresa de jogo ao mercado.

“Destes 16,1 milhões de Euros, 14,4 milhões euros pertencem aos acionistas da Estoril-Sol, SGPS, SA, sendo os remanescentes pertencentes aos interesses minoritários e não controláveis. Os resultados atribuíveis aos acionistas da empresa mãe (Estoril-Sol SGPS) apresentam uma melhoria de 7%, influenciada sobretudo pela boa performance evidenciada pelas operações de base territorial quando comparada com o exercício anterior”, adiantou o grupo em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A Estoril-Sol avançou ainda que “registou durante os primeiros nove meses de 2018 receitas brutas combinadas de jogo, territorial e online” de 167,5 milhões de euros”, o que representa um crescimento global de 7,5%.

No mesmo comunicado, a empresa explicou que que estas receitas, deduzidas de imposto especial de jogo foram de 80,3 milhões de euros, “um aumento de 4,8% face aos 76,6 milhões de euros alcançados em igual período do ano anterior”, lê-se no documento.

As restantes receitas registaram um crescimento de 5,1%, para um total de 6,8 milhões de euros.

A empresa viu também os custos operacionais aumentarem em 7,6% o que “reflete o investimento levado a cabo pelo grupo no sentido de dinamizar e aumentar a oferta de entretenimento, lazer e restauração nos casinos físicos por si explorados, mas principalmente o forte investimento em marketing e publicidade levado a cabo pelo grupo durante o ano de 2018 relacionado com o casino online, e em particular com a operação das apostas desportivas”, referiu a Estoril-Sol.

Em 30 de setembro deste ano, o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) era positivo em 31,4 milhões de euros, uma subida de 0,3% face ao período homólogo.

A Estoril-Sol revelou ainda que efetuou “nos primeiros nove meses de 2018 investimentos no montante global de 2,9 milhões de euros”, e que durante o exercício deste ano “liquidou o que ainda restava do seu passivo bancário, não tendo a esta data qualquer passivo bancário”.

O grupo é dono dos casinos de Lisboa, Estoril e da Póvoa do Varzim e opera jogo online.

Fonte: Diário de Notícias

   

Categories
GAMBLING NEWS (PT)Portugal Gambling News (PT)

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY