Cadeia de hotéis e casinos MGM Resorts corta 18 mil empregos

A cadeia MGM Resorts International vai eliminar 18 mil empregos nos Estados Unidos em resultado da queda do negócio devido à pandemia da Covid-19.

O segundo maior grupo de casinos do mundo vai despedir um quarto dos efetivos nos Estados Unidos devido à queda do negócio em consequência da pandemia.

A cadeia MGM Resorts International vai eliminar 18 mil empregos nos Estados Unidos em resultado da queda do negócio devido à pandemia da Covid-19. Os cortes atingirão um quarto da força de trabalho da cadeia de hotéis e casinos, que no início do ano empregava cerca de 68 mil pessoas.

O CEO William Hornbuckle está a escrever aos trabalhadores justificando a decisão. Segundo o canal CNBC, a empresa vai assegurar os benefícios de saúde até 30 de setembro e manter a antiguidade daqueles que vierem a ser contratados até ao final do ano.

Sediada em Las Vegas, na capital do jogo e do entertenimento, a MGM Resorts detém, entre outros, os luxuosos hotéis e casinos Bellagio e Delano, com 1.18 suites, os icónicos Excalibur Hotel & Casino e New York, New York, o excêntrico Hotel Luxor, em forma de pirâmide e o parque temático Circus Circus Las Vegas.

Na bolsa de Nova Iorque, a notícia foi aplaudida pelos investidores, com as ações da empresa a valorizar 5,46%% na sexta-feira, após ser conhecida a notícia.

Os Estados Unidos registavam em julho uma taxa de desemprego de 10,2%.

Observatório do Jogo Responsável – Portugal

Categories
GAMBLING NEWS (PT)Observatório NewsPortugal Gambling News (PT)

RG MAGAZINE Gambling and Social Responsibility
No Comment

RELATED BY